Parque das Mangabeiras tem nome alterado em BH

A Prefeitura de Belo Horizonte decidiu alterar o nome do Parque das Mangabeiras, localizado na Região Centro-Sul de BH, para Parque das Mangabeiras Maurício Campos. A mudança foi anunciada no Diário Oficial do Município nesta sexta-feira (05/08).O novo nome faz uma homenagem ao ex-prefeito de Belo Horizonte Maurício Campos, que inaugurou o parque em 1982, último ano do seu mandato. Segundo a PBH, essa foi uma das obras mais importantes de sua atuação no poder executivo e, hoje, é um dos principais pontos turísticos da cidade."A Belo Horizonte em que vivemos tem, sobre nossas vidas, uma forte influência política: a capital mineira foi o lugar para o qual o homem transferiu-se do campo para a cidade. O Parque das Mangabeiras, assim como o Parque Municipal de Belo Horizonte Américo Renné Giannetti, carregam lugares de memórias para a cidade sendo, desta forma, símbolos municipais", justificou a Prefeitura.A legislação atual proíbe alterações no nome de equipamentos públicos, sejam ruas ou parques, que tenham sido oficialmente registrados há mais de 10 anos. Mas, conforme explica a PBH, a lei permite, sim, a mudança de parte do nome, sem que isso altere sua essência, mediante inclusão ou retirada de palavra, como foi feito no caso do Mangabeiras.Nas décadas de 1960 e 1970, a área do Mangabeiras era ocupada pela mineração. Com a criação do parque, que completou 40 anos em 2022, o local passou a ser considerado um exemplo de "reconversão de áreas mineradas", o que se traduz pela destinação sustentável do local impactado e hoje visitado por milhares de pessoas - aos domingos e feriados, a média é de 3 mil. 

Parque das Mangabeiras tem nome alterado em BH


A Prefeitura de Belo Horizonte decidiu alterar o nome do Parque das Mangabeiras, localizado na Região Centro-Sul de BH, para Parque das Mangabeiras Maurício Campos. A mudança foi anunciada no Diário Oficial do Município nesta sexta-feira (05/08).

O novo nome faz uma homenagem ao ex-prefeito de Belo Horizonte Maurício Campos, que inaugurou o parque em 1982, último ano do seu mandato. Segundo a PBH, essa foi uma das obras mais importantes de sua atuação no poder executivo e, hoje, é um dos principais pontos turísticos da cidade.

"A Belo Horizonte em que vivemos tem, sobre nossas vidas, uma forte influência política: a capital mineira foi o lugar para o qual o homem transferiu-se do campo para a cidade. O Parque das Mangabeiras, assim como o Parque Municipal de Belo Horizonte Américo Renné Giannetti, carregam lugares de memórias para a cidade sendo, desta forma, símbolos municipais", justificou a Prefeitura.

A legislação atual proíbe alterações no nome de equipamentos públicos, sejam ruas ou parques, que tenham sido oficialmente registrados há mais de 10 anos. Mas, conforme explica a PBH, a lei permite, sim, a mudança de parte do nome, sem que isso altere sua essência, mediante inclusão ou retirada de palavra, como foi feito no caso do Mangabeiras.

Nas décadas de 1960 e 1970, a área do Mangabeiras era ocupada pela mineração. Com a criação do parque, que completou 40 anos em 2022, o local passou a ser considerado um exemplo de "reconversão de áreas mineradas", o que se traduz pela destinação sustentável do local impactado e hoje visitado por milhares de pessoas - aos domingos e feriados, a média é de 3 mil.